Classificação dos Papeis

Atualmente o mercado oferece uma grande variedade de papéis, e em meio a essa bagunça toda é  importante saber  escolher e utilizar o papel adequado ao seu trabalho.  Pensando nas diferenças e características dos papéis, podemos basicamente classificá-los  quanto ao peso, formato, cor, textura e tecnologia.

sss

Gramatura: Muitas pessoas confundem a gramatura do papel com a espessura, no entanto, a gramatura está ligada a quantos gramas uma folha de papel pesa, ou seja, o quanto papel é encorpado.

Exemplo: Um papel de 280 g/m² e um 230g/m² vão ter a espessura semelhantes, mas o papel 280g/m² vai ser mais resistente, pois suas camadas serão mais densas.

Formato: O formato está diretamente ligado ao tamanho do papel ( largura x altura). Deve-se aproveitar ao máximo o tamanho do papel escolhido, de modo a  bem reduzir custos e a contribuir com o meio ambiente. Desperdício não esta com nada né?

Tecnologia:

São dois tipos básicos de fabricação de papel: “cast coated” e “microporos”.

Cast-coated: Geralmente tem gramaturas menores (90 até 230g/m²) devido à baixa densidade, só aceitam tinta corante e possuem grande dificuldade para absorver tinta pigmentada. Não possui textura de foto e a capacidade de brilho é menor. Sua maior vantagem é o menor custo…

Microporos: Gramatura diversificada (75g/m² até 380g/m²) e possui alta densidade. Essa tecnologia aceita tinta corante e pigmentada, mais parecido com foto analógica e alta capacidade de brilho. Maior resistência a água e maior liberdade de acabamento e flexibilidade e aceitação de tintas. Seu custo é bem maior se comparado ao cast-coated, no entanto, a qualidade de impressão é muitooo melhor.

Dica: diferença entre o cast-coated e o microporos.

  • O papel microporos é liso no verso, enquanto o papel cast-coated é mais rugoso.
  • Se o papel for separando as camadas de forma irregular é cast-coated, se o papel for mais difícil de rasgar e o rasgo for mais certo é microporos.

Cor: A cor do papel pode influenciar na composição criativa das cores que você usa na sua arte. Geralmente, o papel escolhido é branco, ao passo que tons amarelados tendem a ser associados com baixa qualidade. Existem diversas peças gráficas que podemos realizar com os papéis já coloridos de fábrica, deixando a peça gráfica com uma criação diferente e de orçamento mais baixo.

Textura: A textura pode ser definida como o aspecto do papel (lisos,texturizados,telados, etc.) ou quanto ao seu grau de rigidez.nA textura do papel pode ser escolhida de acordo com a arte. Tomando o processo offset como referência, quanto mais liso o papel, mais nítida e viva será a impressão.

ss

0

Waterfall Card II

Para quem gostou do primeiro vídeo  Waterfall Cards I ,  segue novo vídeo demostrando a técnica  de efeito cascata.

Espero que se divirtam!

0

Waterfall Card I

Efeito Waterfall ou Cascata

Essa técnica chamada waterfall é muito fofa e dá uma outra cara aos cartões! Acho que a vantagem dessa técnica é que você não precisa de muitas ferramentas, dessa forma, basta alguns carimbos e  pronto.

Eu tentei fazer algumas vezes e já na segunda tentativa você pega o jeito! rssss…

0